Frozen Liquid Bioprotective Culture. Producto CGM - 3 - B

COMPOSITION: Lactococcus lactis.

SENASA File Nº 13.863/02

AÇAO FUNCIONAL

Possibilitar a elevação de temperatura resultate do processo de “massagem” com a consequente diminução do tempo empregado, e economia de energia, com a obtenção de uma correta ligação pelas proteínas solúveis. Diminuição da contaminação bacteriana antes e depois do processo de autoclavado. Melhores condições de sabor no produto obtido. Maior segurança no manutenção das características organolepticas durante as diferentes etapas da sua comercialização.

Utilização:
Em presunto cozido, paletas cozidas , galantinas, salsichas tipo Viena, lingüiças frescas, salsichões, queijo de porco e medalhão de carne.

O conservante bacteriano emprega-se durante a etapa do massagem das peças e do repouso respectivo a fim de extrair as proteínas solúveis, que efetuado a maior temperatura em um menor tempo, proporciona uma correta liga. Este produto inibe a flora contaminante indesejável que encontra-se presente, previamente ao processo de autoclavado. As peças uma vez formadas são submetidas à cocção em autoclaves. Este tratamento térmico produz a morte do Lactococcus lactis, e no caso de detecção desta bactéria posteriormente, isto estaria indicando defeitos no processo de elaboração. Por outra parte a atividade do conservante continua devido a presença de bactericidas termoestáveis, que ajudam na melhor conservação dos produtos elaborados nas temperaturas recomendadas.

Assim, também para o caso dos embutidos frescos, a presença do conservante bacteriano colabora na melhor conservação dos produtos mencionados durante sua vida útil, diretamente pela presença do Lactococo que compete com a flora indesejável, assim como também com os ácidos orgânicos e bacterianos produzidos.

Alem disto, logra-se uma maior segurança na manutenção das características organolepticas durante as diferentes etapas de sua comercialização, melhorando também as condições do sabor no produto obtido.

Classe de utilização:
1 pote para 200 kg a 1000 kg de produto.

Modo de colocação:
Diluir o conteúdo do vasilhame em 500 ml de água potável fria (não utilizar água quente), incorporando-o diretamente quando inicia-se o “massagem” dos pedaços no tambor respectivo (para o caso dos produtos em que efetua-se o manuseio) e na misturadora da pasta para os embutidos crús previamente ao processo de fabricação do embutido.

Conservação :
A –18o.C durante 6 meses e a –5o.C. a –15o. C durante 10 dias.

Características:
Vasilhame de 50 ml e 100 ml de liquido congelado.